O universo lúdico de Sofia

Desde que me vi mãe, naturalmente, meus interesses se voltaram para o universo infantil: saúde, desenvolvimento, educação, enfim de tudo um pouco. Mas, conforme as fases vão acontecendo e Sofia vai crescendo, as necessidades também vão ganhando um foco específico.

Atualmente penso muito sobre o desenvolvimento a partir de estímulos lúdicos: as brincadeiras, a criatividade e todo o aprendizado envolvido. E por isso, tenho lido materiais sobre o método Montessori e dividido boas conversas com outras mães que também a utilizam. Observei que aqui na Irlanda esta metodologia é bastante conhecida e utilizada na educação formal das crianças. Não quero dizer com isso que fui buscar um manual para criar minha filha. Realmente isso não existe. Mas ler sobre o assunto estimula e oportuniza boas ideias.

O método Montessori é um modelo educacional com ênfase na independência, liberdade com limites e respeito pelo desenvolvimento natural das habilidades físicas, sociais e psicológicas da criança. O que mais importa não é exatamente os materiais ou práticas propostas nesta metodologia, mas a possibilidade criada pela utilização deles para que a educação se desenvolva com base na evolução da criança, e não o contrário.

Feito este pequeno resumo a ideia aqui não é fazer uma aula sobre Montessori, mas compartilhar alguns momentos das práticas com a Sofia e sua evolução.

Nos primeiros meses usei a academia do bebe que é um tapete com arcos cheio de estímulos sensoriais. Mas confesso que fiquei bem mais empolgada com os estímulos e brincadeiras das fases posteriores.

11891214_10207191517769337_4169723758932480776_n

Sofia estava com 9 meses quando comecei a construir o seu espaço do brinquedo. No início separei um tapete próprio para bebês com materiais de estímulos táteis, sonoros e visuais e usava no meio da sala junto a outros poucos brinquedos. Na parede, na altura do seus olhos coloquei um espelho. No início estava ótimo, Sofia conseguia por alguns momentos se divertir sozinha. Ela adorava explorar as texturas no tapete e, principalmente, se ver no espelho tentando fazer os primeiros reconhecimentos.

11903744_10207191518449354_4634372215826804483_n

Depois de um tempo comecei a achar um pouco difícil montar o cenário todos os dias e no quarto ainda não tinha espaço. Então ainda precisei usar a sala para isso. Entre os sofás montei o seu novo espaço com brinquedos e inseri mais alguns itens: um tapete diferente que ela pudesse fazer alguns treinos de equilíbrio, um espelho próprio pra crianças, caixinhas com materiais e brinquedos diversos. Ali, Sofia de fato aprendeu a se reconhecer no espelho, começou a tentar ficar de pé e, principalmente, se divertiu muito.

11221943_10207191518049344_6629689817368447653_n

No final de 2014 conseguimos arrumar o quarto dela para que os brinquedos ficassem por lá, ao menos a maior parte. O berço foi finalmente aberto; os brinquedos foram dispostos no chão todos ao seu alcance. Perto da porta coloquei 2 ganchos para pendurar sua touca, bolsa ou casaco. Em baixo destes ganchos uma caixinha com 2 pares de sapatos. Ao lado uma mesinha com cadeira onde normalmente deixo papel e giz de cera disponíveis. Próximo do tapete onde ficam as bonecas, bichinhos de pelúcia e as caixinhas com outros tipos de brinquedos, colei na parede o espelho. Decorei as paredes com bandeirinhas e murais com fotos dela em diferentes fases.

11902523_10207191520809413_1381069184389177377_n

Sofia passou a brincar mais tempo em seu quarto e escolher diferentes brinquedos em cada dia. O volume de brinquedos está começando a ficar um pouco exagerado. Alguns já foram guardados no roupeiro para parecerem novidades de vez em quando. E outros já ganharam novos donos.

Recentemente Cássio e eu começamos a construir alguns brinquedos junto com a Sofia.

Toda a criação começou a partir de uma caixa de papelão, presente dos amigos Jaisse e Leopoldo que tinham acabado de comprar o carrinho de bebê para o pequeno Thomas.

Numa noite o Cássio resolveu modelar uma casinha de bonecas com este presente. Sofia participou o tempo todo. Enquanto o papai cortava o papelão para fazer a porta e as janelas ela decorava com uma caneta as paredes. Eu me responsabilizei pela decoração final. O resultado foi incrível. Melhor do que se tivéssemos comprado uma pronta. Não que seja a mais bonita que já vimos, mas por causa de como foi construida. Acredito que o mais importante foi o envolvimento de toda a família nesse processo. A casinha, até por uma questão de espaço, fica na sala e Sofia continua brincando com ela à meses, talvez mais do que com muitos do outros brinquedos.

A casinha já foi remodela e ganhou um novo cômodo. E da mesma forma que fizemos no início continuamos envolvendo ela nas criações.

11666285_10207191519729386_3935958584681130567_n

Depois da casinha as ideias continuaram e com mais uma caixa de papelão, agora presente dos amigos Najila e Guilherme, resolvemos construir parte de uma cozinha com pia, forno e fogão. Da mesma forma que a casinha, este novo brinquedo deixou Sofia encantada.

Sofia tem evoluído muito bem em seu tempo e se divertido. Já faz muitas escolhas do quer, do que gosta, do que não quer e do que não gosta. Sabe se organizar quando vamos sair, nesse caso por vezes pega sua touca, por causa do frio, outras vezes a bolsa e sempre um brinquedo. Sabe que tem que por o casaco e já nos ajuda quando vamos vesti-la. Pede por comida quando tem fome ou água quando tem sede. Já come sozinha e está aprendendo a tocar água no copo. E, algumas vezes, tem nos avisado quando a fralda está preenchida.

Quando estamos junto de pessoas conhecidas percebemos que Sofia se sente segura e tranquila, sem necessidade de ficar tão próxima de nós. É fácil alguma destas pessoas convidá-la para passear lhe estendendo a mão e Sofia aceitar o convite nos dando tchau.

Sofia tem sido bastante criativa em suas brincadeiras. Com telefone, seja de verdade, de brinquedo ou qualquer outra coisa que faça as vezes do objeto, ela simula uma conversa com risos e beijos. Com música ela dança, canta e faz encenações incríveis. Com pratinhos, panelinhas ou copinhos, ela elabora um momento de refeição. Enfim imaginação sendo usada o tempo todo.

11951940_10207191521289425_7903323076115643_n       11953117_10207191520289400_659926456055973207_n

De todos os estímulos acho que os mais importantes e mais fáceis de oferecer são os afetivos. Mais importantes porque são estes que vão fazer Sofia se sentir segura para seguir seu aprendizado. E porque estamos ensinando a ela um jeito de como se relacionar.

O que podemos oferecer de mais valioso à ela é o amor que ela mesma criou dentro da gente quando nasceu. Na verdade foi um presente dela para nós então agora, só estamos retribuindo.

                                 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s