Escolhas são ganhos e perdas

Ser mãe é uma escolha. Precisa ser. Com um bebê à caminho em algum momento, programado ou não, será preciso se transformar em uma mãe. Você vai ganhar uma nova identidade. Vai entrar num hospital como filha e saíra como mãe. Assumirá uma nova função que tem uma enorme responsabilidade. Achou difícil a escola, a faculdade, o trabalho?  Seu chefe era muito exigente? Hahaha sentirá saudades dele.

Nada se compara a este papel. Nenhuma responsabilidade é igual a esta. Optei em deixar de lado tantas coisas que gostava para passar mais tempo com um bebê de 46 centímetros que não pesava 3 quilos. Além do chefe sentirá saudades destas primeiras medidas principalmente quando este bebê tiver 12 quilos e quiser 30 minutos de colo.

Sentirá saudades de uma boa noite de sono. Sentirá saudades de não ter que se preocupar em fazer o almoço, o jantar e lanchinhos saudáveis. Sentirá saudades de não ter hora pra voltar para casa, de beber todas…. sentirá saudades, saudades e saudades. Talvez até de coisas que achou que não gostasse tanto.

Bom , é isso aí. Escolher ser mãe é perder um monte de coisas.

De qualquer forma toda escolha implica em perdas por mais simples que sejam. Se escolher morar num lugar frio, perderá os dias de verão. Se vender o carro para fazer a viajem dos sonhos terá que buscar outra forma de locomoção.

Se desta forma quase convenço alguém de não ser mãe preciso contar uma segunda parte sobre esta escolha. Apesar das perdas os ganhos são maiores. Não escolhi ser mãe por masoquismo.

Talvez os motivos que me levaram a planejar ser mãe não sejam os mesmos que hoje me satisfazem neste papel.

Escolho ser mãe todos os dias por causa de uma guriazinha de cabelos cacheados, de olhos expressivos e profundos, que tem a risada mais gostosa do mundo, que se diverte só porque o papai fingiu que estava dormindo e roncando, que gosta de se aninhar no meu colo, que passa dando boa noite e beijinhos por longos minutos antes de se deitar para dormir, que a cada dia aprende algo surpreendente e desafiador como engatinhar, dar os primeiros passos, falar as primeiras palavras, tomar água no copo sozinha, segurar um pincel para pintar ou subir uma escada.

Hoje sei que escolhi o melhor momento para ser mãe. Foi o momento em que topei aceitar as perdas para poder ter os ganhos.

A vida implica em escolhas e momentos. Qualquer coisa precisa de contexto. Se escolher crescer terá que deixar de ser criança, mas terá o momento certo para isso. Se escolher casar, perderá o namorado, mas terá um momento que esta será a sua vontade. E se escolher ser mãe terá grandes chances de ser completamente realizada.

Anúncios

2 comentários sobre “Escolhas são ganhos e perdas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s